segunda-feira, outubro 01, 2007

Além de Filhos, também amigos do Senhor


Disse Jesus: “... tenho vos chamado ‘amigos’”
(João 15,15)


Ter amigos de verdade é uma necessidade, bem como uma benção de Deus. A Bíblia diz que no momento da nossa angústia o amigo se faz irmão (Provérbios 17.17). Contudo, bem melhor do que ter amigos, é ter um amigo que conhece nossas necessidades mais profundas e, que pode nos fortalecer diante das dificuldades e tem poder para nos livrar dos perigos desta vida e nos garantir a vida eterna. Este amigo é Jesus Cristo.
O Senhor nosso Deus não tem favoritos, mas tem amigos íntimos. Só os amigos O "conhecem na Sua intimidade", e podem a Ele recorrer sem cerimônia em tempo de crise, dúvida, risco, tristeza ou coisa desse tipo. Ser amigo do Senhor é estar protegido dos males da solidão; é ter consciência da Sua constante presença, providência e segurança. Ele se agrada quando qualquer filho decide por uma relação estreita e mais pessoal.
O Senhor quer muito mais de nós, Seus filhos. Quer-nos em intimidade, amigos. Como foram Enoque, Noé, Abraão, Jacó, José, Davi, Ezequias, Paulo e tantos outros que estiveram dispostos a ouvir a Sua voz e, com Ele, a transformar o mundo. Os amigos do Senhor, ao longo da história, se destacaram por suas experiências com Ele. Ultrapassam o tempo e são lembrados até hoje.
Em geral, em se tratando do povo de Deus, os Seus filhos vivem a história que Ele mesmo escreveu, mas Seus amigos são chamados por Ele para fazer acontecer. Só eles são escolhidos (premiados) para compartilhar dos Seus projetos. Daí a importância de manter uma constante e crescente vida de oração em busca da Sua perfeita vontade. Além do mais, a alma humana, mesmo redimida da morte espiritual, quer tenha consciência ou não, carece de um relacionamento espiritual, amigável, duradouro e mais estreito com o Seu Redentor. “A minha alma apega-se a Ti; a Tua destra me ampara”(Salmo 63.8), disse Davi, amigo do Senhor, e por isso mesmo, Rei de Israel (o Senhor investe em Seus amigos!!).
Infelizmente, alguns filhos de Deus - por não conhecerem-No como Amigo - têm sistematicamente regado em seus corações um sentimento de orfandade, que produz insegurança e medo. Na vida cristã, os sentimentos que produzem bons resultados custam muito até serem cultivados. Dependem do quanto investimos na aproximação pela intimidade com o Senhor.
De modo contrário, sentimentos como orfandade criam com bastante facilidade raízes profundas no coração. Por isso, é fundamental que, ao exemplo de Davi, apeguemo-nos ao Senhor, mesmo que quando "agarrados a Ele" provemos a aridez de todos os desertos dessa vida. “O choro pode durar toda noite, mas a alegria vem pela manhã" (Salmo 30.6b). Quando chorarmos devemos chorar somente apegados a Ele, pois Ele é "Galardoador dos que O buscam"(Hebreus 11.6b)... As promessas do Senhor valem mais do que tesouros - especialmente para os amigos. Só a intimidade com o Senhor produz segurança, só a segurança leva à alegria, e essa alegria nos faz provar o sentimento de sermos mais do que filhos, mas filhos e amigos do Senhor.
Seja amigo do Senhor! Busque intimidade com o Senhor!
Que Deus te abençoe!


Revs. Ézio Martins de Lima
e Ricardo César Vasconcelos

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Rev. Carlos Souza1 de out de 2007 16:20:00

    Que texto belíssimo!
    Que Deus continue te enchendo de inspiração para que nosso coração seja sempre alimentado e acalentado.
    Fiz assinatura do feeds, e estour recebendo os avisos da publicação. Muito bom!Valeu!
    seu amigo,
    Rev. Carlos Souza

    ResponderExcluir
  3. Rev. Carlos Souza1 de out de 2007 16:20:00

    Que texto belíssimo!
    Que Deus continue te enchendo de inspiração para que nosso coração seja sempre alimentado e acalentado.
    Fiz assinatura do feeds, e estour recebendo os avisos da publicação. Muito bom!Valeu!
    seu amigo,
    Rev. Carlos Souza

    ResponderExcluir
  4. Caro Rev. Ézio,
    belo e inspirado texto.
    Mesmo longe, continuo a ser abençoado por ti.
    Fique na paz do Senhor e forte abraço.
    Seu amigo e irmão em Cristo,
    Nelson Calmon

    ResponderExcluir